O Solvente está morto, viva o Solvente…

Outubro 08, 2015

Como está a Impressão Solvente no Mercado?

Em muitos livros de história nós lemos a frase “O Rei está morto, viva o Rei” – o velho rei morre e o novo rei é bem-vindo e torna-se o rei maior.

A história e a evolução da tecnologia e dos processos de impressão poderiam ser comparados com esta premissa. No negócio de impressão Solvente isso vem acontecendo. As tecnologias mais antigas de tinta que eram malcheirosas e de má qualidade, mas vistas como maravilhosas durante o seu tempo, estão a ser substituídas por uma nova geração de tintas que são brilhantes, inodoras e de longa duração.

 

É o Solvente a tecnologia correta para a indústria de impressão, neste momento?

Há muitas novas tecnologias de tinta que chegaram ao mercado nos últimos anos. As principais são Latex (tintas à base de resina) e tecnologia de tinta UV. O Latex está no mercado há cerca de 5-6 anos e tornou-se numa tinta de nicho de mercado para muitos segmentos de impressão. A Mimaki é a única empresa para além da HP que tem desenvolvido Latex. Vemos o mercado da especialidade como uma oportunidade significativa onde o uso de latex é uma vantagem para todos na cadeia de fornecimento. A utilização em interior de latex tem uma vantagem suprema porque Latex é um não-COV e tinta HAPS. Isto faz esta tinta ideal para decoração de interiores, tais como papel de parede, sinalização de interiores e os mercados de impressão de prova. Este último segmento é algo que foi recentemente desenvolvido pela Mimaki pela adição de tintas látex laranja e verde ao portfólio de modo que a gama de cores é maior do que offset. A mais recente geração de tinta de látex faz com que seja possível ter uma solução premium para provas comerciais, especificamente sobre muitos substratos não revestidos. O Latex também oferece impressão de transparências devido à disponibilidade de tintas brancas látex. É possível usar transparências com um efeito de película aderente numa impressora Latex. A impressora também pode usar a impressão cor / branco / cor para fazer uma imagem perfeita em contraluz para impressão dia e noite com esta tecnologia.

Então, se Latex é a solução porquê ficar com a impressão solvente?

Antes de responder a esta, vamos olhar para outra tecnologia de tinta, tintas de cura UV. Estas tintas estão aparecendo em muitos mercados e para muitas aplicações diferentes. No início as tintas UV foram curadas por grandes lâmpadas UV quentes que endureciam as tintas alterando os monómeros para polímeros. Isto resultou em grandes tintas para substratos rígidos mas não úteis para substratos rolo-a-rolo devido ao facto de as tintas UV não serem muito flexíveis. Isso mudou nos últimos anos. As tintas de hoje são muito mais flexíveis e pode até mesmo ser usada para decoração de viaturas dando cerca de 200% de estiramento. Agora é possível imprimir todos os suportes rolo-a-rolo com tinta UV e destituir Latex e Solvente todos juntos.

Então porquê impressão solvente?

Bem, em primeiro lugar é uma escolha pois as impressoras UV LED podem ter um método de produção mais caro. A razão para muitos utilizadores escolherem a impressão é ainda a vantagem que tem para oferecer ao imprimir em substratos de impressão rígidos. Há, naturalmente, algumas soluções híbridas no mercado, mas estas não são muito eficazes. Impressão rolo-a-rolo numa impressora plana cara não é só ineficiente, mas acredito que deve usar a impressora para a finalidade para que é feita. Pode sempre comprar uma impressora mais pequena rolo-a-rolo que é mais rápida e melhor, para o preço da opção de rolo numa impressora plana. Na Mimaki não temos uma opção de rolo por esta mesma razão. Porquê pagar 20 mil euros por algo que lhe dará digamos 20 m²/h quando você pode obter uma impressora que pode fazer 100 m²/h pelo mesmo preço?

Assim, a impressão UV tomou uma parte dos mercados solvente e de látex, mas ainda pode não ser a solução certa para muitos mercados e aplicações. É ótima para o vidro, madeira, metais, cartão, espuma e tipos de substratos que não se encaixam numa impressora rolo-a-rolo. Um dos outros problemas com UV é que a adesão nem sempre é tão boa em todos os substratos. A tensão superficial é muito importante para uma aderência perfeita, assim não pode imprimir em todos os substratos – embora a adição de um primário ao substrato possa resolver este problema. Também flamejante, plasma e tratamento corona todos ajudam com a adesão de tintas, mas ainda é uma forma de impressão de tentativa e erro. Ultimamente temos visto novas tecnologias que podem substituir a impressão solvente mas por algum motivo isso ainda não aconteceu. Deve haver uma razão, certo? Sim, há – mas vou chegar a isso mais tarde.

Então, há mais? Pode apostar!

A Mimaki tem uma nova tecnologia – é chamada SUV ou tinta híbrida Solvente UV. Esta nova tecnologia combina o melhor dos dois mundos. O lado da tinta solvente dá aderência no vinil o que é muito bom e a parte da tinta UV consegue o brilho e acabamento colorido que você deseja. Este tipo de componente da tinta UV também é flexível para que possa realmente trabalhar com ele num rolo. A outra vantagem é que não precisa esperar antes de começar a trabalhar com ele. Pode laminar sem esperar. A vantagem com esta tecnologia de tinta é que há tempo suficiente para que as partículas de pigmento dentro da tinta caírem e depositarem-se no substrato dando-lhe uma superfície muito plana e assim, uma grande resistência a riscos e também o melhor reflexo da mais ampla gama de cores que possa pensar. Os resultados são impressionantes. Como a tinta tem um componente grande de pigmento UV a resistência ao tempo e à luz também são extremamente bons. Três meses ao ar livre num substrato de vinil é possível sem quaisquer preocupações. É, portanto, perfeita para trabalhos de exterior de curto prazo sem necessidade de laminar. Com este elemento pode poupar uma grande parte do custo de produção.

Parece uma tecnologia vencedora? A Mimaki acredita que sim – SUV é a aposta!

Embora esta seja uma grande tecnologia, ainda há um grande mercado para as tintas solventes. Os custos de produção mais acessíveis, a disponibilidade de diversos substratos e as altas velocidades de impressão ainda fazer do Solvente o rei da impressão em grande formato.

Hoje as impressoras jato de tinta base solvente podem imprimir com padrões de qualidade muito elevados em lonas com velocidades de até 100 m²/h. É possível imprimir perfeitamente em transparências com tinta solvente branca – também as tintas prata dão efeitos metálicos que não estão disponíveis nas outras tecnologias. As soluções solvente funcionam e são muito mais limpas do que é geralmente conhecido. Mesmo com as novas leis REACH e considerações ambientais ainda temos uma grande tecnologia nas nossas mãos.

Basta pensar – que outra tecnologia lhe permitirá imprimir e cortar numa única máquina?

Que outra tecnologia pode usar para decorar um carro, criar um cartaz de retalho ou sinalização comunitária apenas mudando os suportes?

Que tecnologia de impressão permite imprimir a 100 m²/h por menos de 20 mil euros?

Não há tecnologias que tenham ainda sido capazes de substituir a tecnologia solvente em todas essas frentes.

Assim viva o REI – o Solvente ainda é o REI do Grande Formato.

Mike Horsten – Director Geral de Marketing EMEA Mimaki na Mimaki Europe

Contacte-nos através do formulário